Licuri - Syagrus coronata


Amor a primeira vista, assim posso definir minha relação com o Licuri. Durante a Fiaflora do ano passado tive o meu primeiro contato com o Licuri, parei, observei, admirei, fotografei e fiquei com a ideia fixa na cabeça que ele seria a g
rande estrela do jardim da frente da minha casa/escritório.

Já conhecia o Licuri e sua importância devido a uma matéria do Globo Rural de alguns anos atras que falava sobre esta palmeira e sua importância para a arara-azul-de-lear. Uma palmeira linda de cor e tronco diferenciados e  nativa do nosso Brasil.

Segue abaixo o texto encontrado no site da Tropical Plantas a respeito desta palmeira:

"Atraente e singular espécie nativa do Nordeste brasileiro o Licuri vem se tornando cada vez mais conhecido dos paisagistas no país, seus principais atributos ornamentais são a copa de folhas prateadas, alguns até o confunde com a Tamareira, e seu caule arquitetônico formado por “gomos”  que cobrem o tronco por muito tempo e se dispõe as vezes em forma de espiral, aspecto muito raro e curioso em palmeiras, as vezes em linha reta.






O Licuri é uma das palmeiras mais versateis podendo ser cultivado a pleno sol ou meia sombra, se adaptando a uma grande diversidade de solos, altamente adaptado à secas e ao espaco onde é empregado, seus frutos depois de despolpados apresentem a amêndoa que assadas ou cozidas são deliciosas.
Linda palmeira para ser usada isoladamente como objeto central e mais fascinante ainda se usada em grupos de diferentes alturas, pelo padrão quase único dos gomos em espiral e da forma das cicatrizes no tronco o Licuri torna-se um prazeroso objeto de comtemplacão com seu caule visto de perto. Dado espaco e luminosidade cresce muito bem em vasos em ambientes internos.”



Esta foto é do nosso jardim que tem o Licuri como estrela principal! Direto da Tropical Plantas!





Algumas outras fotos do Licuri: 

Esta foto é especial, mostra a Arara-azul-de-lear se alimentando dos frutos do Licuri:

Gostou? Então antes de comprar uma palmeira consulte qual a sua origem, quem sabe não existe uma espécie brasileiríssima que é tão ou mais bonita do que as tantas palmeiras exóticas (originárias de outros países) que  vimos por aí!
Até mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário